FIER

FIER – Feira de Energias Renováveis e Sustentabilidade

A FIER é a primeira feira Internacional de energias renováveis e sustentabilidade a se desenvolver na Argentina.
Seu objetivo é reunir os diferentes atores do setor para gerar entre eles e o público em geral um vínculo mais próximo que lhes permita ampliar seu horizonte de negócios.
A FIER tem sido concebida como um espaço de intercâmbio de tecnologias e inovação para o networking e os negócios associados ao cuidado do meio ambiente e da sustentabilidade.
Nesta mudança de paradigmas pelos quais passa a Humanidade, é de vital importância articular espaços de intercâmbio que nos permitam levar em frente projetos amigáveis com o meio ambiente e a descarbonização da economia, onde as energias renováveis e as soluções sustentáveis urbanas são grandes protagonistas. 
Pelo que foi dito, o eixo da nossa Feira é a “Cidade Sustentável”, pensada para que a infraestrutura, a vivenda, a mobilidade e os espaços verdes se conectem com uma adequada gestão ambiental. 
A Cidade Sustentável se articula mediante:

– A GERAÇÃO DISTRIBUÍDA DE FONTE RENOVÁVEL. 
– A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA. 
– A ARQUITETURA SUSTENTÁVEL. 
– A MOBILIDADE URBANA. 
– A GESTÁO DE RESÍDUOS. 
– A INOVAÇÃO URBANA SUSTENTÁVEL. 
– A CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL DE SEUS HABITANTES. 

Com esta visão convidamos você a fazer parte da FIER

A FIER É INFORMAR, CONSCIENTIZAR E CRIAR FUTURO

Entregamos Informação através de eventos simultâneos como:

– Rondas de Negócios entre empresários do sector.
– Conferências de especialistas, autoridades governamentais e ONGS.
– Seminários com técnicos especializados e autoridades no tema.
A finalidade é conscientizar através de palestras e oficinas abertas ao público e também para fomentar na comunidade um consumo responsável.
Criamos futuro, facilitando os negócios entre os participantes e oferecendo aos visitantes, a informação e ferramentas necessárias para uma melhor qualidade de vida.

O Acordo de Paris impõe a toda a Comunidade Internacional um compromisso para evitar o aumento da temperatura global do planeta em 2°C para o ano de 2050. 
Este desafio implica ações urgentes para a transição energética, a descarbonização da economia e um desenvolvimento mais sustentável. 
Devido a que o mundo tem cada vez mais uma gestão através das cidades, isso nos torna atores capazes de pensar em cidades mais conectadas, integradas, sustentáveis e centradas no bem-estar da comunidade que as habitam. Por isso, o desenvolvimento sustentável deve associar o desenvolvimento social e o crescimento econômico a uma adequada gestão ambiental nos âmbitos urbanos.

Em uma cidade sustentável a infraestrutura, a vivenda, a mobilidade e os espaços verdes devem ser levados em conta no planejamento urbano e territorial com um olhar para o carbono neutral. 
O caminho para o carbono neutral, implica entre outras ações, a descarbonização do setor elétrico e industrial e a eletrificação do transporte.

A Argentina se soma a este esforço diversificando sua matriz energética através de fontes renováveis. A Lei 27.191 de 2015 estabelece atingir com fontes renováveis 20% do consumo de energia elétrica nacional no ano de 2025. 
Com a recente sanção do Regime de Fomento à Geração Distribuída de Energia Renovável Integrada à Rede Elétrica Pública, Lei 27.724 de 2017, cria-se a figura do usuário-gerador, que permite a todos os usuários da rede de distribuição, se autogerar e consumir energia renovável, possibilitando também a injeção à rede de seu eventual excedente. 
Tanto os usuários residenciais quanto os comerciais e industriais (que não forem Agentes do Mercado Elétrico Atacadista), poderão autogerar sua energia com fontes renováveis.

A eletrificação do transporte permite o deslocamento de combustíveis fósseis evitando a emissão de Gases de Efeito Estufa e melhorando desta forma a qualidade do ar urbano.
A tecnologia e o impulsionamento econômico de uma mudança no setor do transporte a nível massivo, podem provocar uma transformação importante das tecnologias existentes a nível global, implicando a criação potencial de segmentos industriais e outros vectores energéticos alternativos com emissão zero. 
Mesmo assim, o repensar a infraestrutura supõe novos materiais e tecnologias, desenhos e engenharia na construção de vivendas urbanas, vias de comunicação, espaços comuns e verdes, tudo isso implica uma permanente inovação urbana sustentável.

QUEM PARTICIPA

EXPOSITORES
Fabricantes de equipamentos de geração elétrica de fonte renovável de uso urbano e não urbano (energia eólica, solar e outros)
Fabricantes de equipamentos de gestão de resíduos urbanos
Fabricantes de equipamentos de armazenamento – baterias
Fabricantes de equipamentos para instalações de energias renováveis
Automotrizes
Banca nacional e internacional
Estúdios de arquitetura e engenharia
Fornecedores de materiais para a construção
Profissionais e técnicos do ramo em energias renovável e sustentabilidade
Proponentes de inovação urbana sustentáveis

PATROCINADORES
Países
Províncias
Municípios
Câmaras do setor
Empresas fornecedoras de tecnologia relacionada com a energia renovável
Organismos de Governo e Multilaterais
ONGS
Universidades

PÚBLICO
Profissionais do ramo
Docentes
Estudantes
Visitantes interessados no tema

ESTANDES
Os espaços expositivos foram desenhados para otimizar ao máximo a circulação do público, a exibição dos diferentes participantes, empresas e seus produtos.

FICHA GERAL
DIAS E HORÁRIO DA EXPO
De 7 a 10 de novembro de 2019 das 14:00 às 21:00h.
DIAS E HORÁRIO DE ARMADO E DESARMADO
Armado: de 4 a 6 de novembro de 2019 das 08:00 às 20:00h.
Desarmado: 11 de novembro de 2019, das 09:00 às 20:00h.